quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Hoje, aniversário de Mestra Tecla Merlo

Em Castagnito, Itália, nasceu, no dia 20 de fevereiro de 1894, Maria Teresa Merlo. Frequentou a escola elementar em Castagnito.

Em 1908, fez curso de bordado e corte e costura em Alba. Foi, depois, para Turim para aperfeiçoar-se na profissão.

Em 1912, abriu, em Castagnito, na casa dos pais, uma oficina de corte e costura.


Em 15 de junho de 1915, pe. Tiago Alberione, abriu o "Laboratório Feminino", na Praça Cherasca, em Alba. Este ato marcou a data do nascimento das Filhas de São Paulo. Ângela Boffi aderiu a esta iniciativa.

Em 27 de junho de 1915, Teresa encontrou-se com o pe. Alberione em Alba, na sacristia da Igreja São Cosme e Damião. Recebeu o convite para participar da obra.

Em 29 de junho de 1915, Teresa transferiu-se para Alba para participar do projeto do pe. Tiago Alberione, com Angela Boffi, da qual foi hóspede.

Outono de 1915, o Laboratório Feminino e a residência foram transferidos para a nova sede na Rua Accademia, 5.

Em 15 de setembro de 1915, Célia Calliano entrou no grupo.

De 1915 a 1918, em Alba, Teresa e as companheiras frequentaram o grupo "A liga catequética", da Paróquia São Cosme e Damião. Fizeram cursos de religião organizado pelo cônego Chiesa. Teresa tornou-se catequista e, com o grupo, fez exercícios espirituais anuais e retiros mensais.

Em 29 de junho de 1916, Teresa emitiu os votos privados temporários. Em 18 de dezembro de 1918, iniciou sua vida missionária, partindo com três jovens para Susa.

Lá, a pequena comunidade assumiu a produção do jornal "La Valsusa".

Em 22 de julho de 1922, Teresa emitiu a profissão religiosa privada perpétua, com outras 8 companheiras. Recebeu o nome de Mestra Tecla. Nesta ocasião, o padre Alberione a nomeou superiora geral das Filhas de São Paulo.

Em 23 de março de 1923, a pequena comunidade de Susa retornou a Alba, a uma nova casa na Praça São Paulo.

De 1923 a 1924, Mestra Tecla escreveu algumas anotações sobre as origens das Filhas de São Paulo.

Em 19 de março de 1929, emitiu a profissão religiosa pública com votos perpétuos.

Em 21 de outubro de 1931, foi a primeira fundação no Exterior: São Paulo (Brasil).

A partir daí vieram outras fundações no Exterior e com isto, as viagens de Mestra Tecla para visitar as Irmãs.

Em 15 de março de 1953, a Santa Sé publicou o Decreto de aprovação Pontifícia da Congregação das Filhas de São Paulo e aprovou suas Constituições.

Em 23 de fevereiro de 1957, Mestra Tecla foi submetida a uma cirurgia de câncer de mama.

Em 4 de maio de 1957, foi reeleita superiora geral pelo primeiro Capítulo Geral, para um mandato de doze anos.

Em 28 de maio de 1961, em Ariccia, durante os Exercícios Espirituais, na Festa da Santíssima Trindade, Mestra Tecla ofereceu a vida para que todas as Filhas de São Paulo sejam santas.

Em 8 de maio de 1963, realizou sua última viagem ao Exterior, às Irmãs presentes no Congo.


Em 5 de fevereiro de 1964, morreu no Hospital Regina Apostolorum, em Albano, em consequência de uma hemorragia cerebral.

Em 22 de janeiro de 1991, João Paulo II assinou o decreto que reconheceu a heroicidade das virtudes de Mestra Tecla, proclamando-a Venerável.

Muitas graças já se obtiveram por intercessão de Mestra Tecla! Confie também você na intercessão dela!
 
Online Advertising heloc